PRM recupera dois sacos de granada em Nampula

0
114

Nampula (IKWELI) – A Polícia da República de Moçambique (PRM), em Nampula, recuperou dois sacos de pedras semi-preciosas, do tipo granada, que estavam na posse de um individuo natural do distrito de Angoche, em consequência detiveram-no.

O jovem, de 28 anos de idade, está sendo indiciado da prática ilegal do garimpo, incluindo o tráfico de minerais de alto valor comercial no mercado.

Zacarias Nacute, porta-voz da PRM em Nampula, explica que o mesmo foi neutralizado ao longo da Estrada Nacional Número 1 (EN1), na sequência vindo da província de Cabo Delgado.

“Estamos diante de um caso de garimpo e transporte ilegal de pedras semipreciosas do tipo granada, onde a polícia interpelou uma viatura, e no processo de revista encontrou-se este cidadão que portava dois sacos contendo pedras semipreciosas”, disse a fonte, no habitual briefing semanal com a imprensa, prosseguindo que “tratando-se de uma situação ilegal, o indivíduo foi encaminhado às nossas subunidades policiais, e decorrem os trâmites legais para a sua responsabilização pelo facto cometido”.

Por sua vez, o indiciado conta que partiu do distrito de Ancuabe, na vizinha província de Cabo Delgado com destino à cidade de Nampula, onde encontrar-se-ia com um seu amigo que lhe podia guiar para conseguir um comprador, alegadamente, de origem chinesa. Ele disse ainda ser a primeira vez que pratica aquela acção e não conhecia o cliente da sua mercadoria.

“Eu saí de Cabo Delgado com as pedras de granada, o destino era mesmo para vir vender aqui em Nampula. Então, quando cheguei no controle de Anchilo, porque vinha transportado numa viatura de Coaster com rota Montepuez/Nampula, fui neutralizado pela polícia. Isto é granada, mas eu não posso mentir sobre a utilidade deste produto”, contou o indiciado a sua versão.

Este individuo conta que, do conhecimento que detém, a cada quilograma do produto chega a custar 120,00Mt (cento e vinte meticais), dependendo da qualidade do mesmo.

Por fim, Nacute anunciou que durante a semana passada, um total de 41 cidadãos foram detidos, dos quais dois envolvidos em igual número de crimes registados no decurso da semana. (Esmeraldo Boquisse)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here