Muatala continua agressiva durante as noites

0
125

Nampula (IKWELI) – Os residentes do posto administrativo autárquico de Muatala, na cidade de Nampula, queixam-se do recrudescimento da criminalidade na circunscrição durante a calada da noite, fenómeno que periga a vida dos cidadãos.

Uma das zonas mais prestigiadas pelos malfeitores é a unidade residencial 25 de Setembro, onde fica localizado o famoso mercado do Matadouro, espaço que é explorado para a prática de actos criminais.

Os moradores contam que, naquele mercado, as barracas desocupadas são aproveitadas pelos agressores como esconderijos, ainda que o mesmo, no seu interior, detenha uma subunidade policial.

“Fui agredida na semana passada, perto do posto policial”, contou ao Ikweli a senhora Suzana Mussa, esclarecendo que “o meu turno de trabalho, nesse mês, é das 12h as 20h e não sei o que será de mim durante esses dias”.

Arnaldo Momade, outro residente da mesma circunscrição conta que “passar ao lado do mercado, à noite, é perigoso para nós, mesmo com posto policial os ladrões não se sensibilizam. Eu não fui agredido, mas tenho escutado gritos de socorro de pessoas, principalmente mulheres, e não tenho coragem de sair e ir ajudar porque tenho medo de ser o próximo”.

Os comerciantes no mercado em referência sabem da situação de criminalidade em alta, tal como contou Filipe Latifo, o qual diz que no passado já encontrou um corpo sem vida próximo a sua barraca. “No ano passado já mataram alguém por essas bandas e já, também, encontrei documentos de pessoas estranhas no chão, dai passei a tomar mais cuidado com medo de ser agredido, também, porque esses dias tenho visto movimentos estranhos por aqui”.

“A polícia está a trabalhar, mas fica difícil porque as pessoas que estão a agredir são residentes dessa mesma área, e eles sabem canto por canto e sabem onde se esconder e quando atacar, porque convivem com a gente diariamente”, compreende o secretário do Quarteirão 3.

Ainda com esses relatos, a Polícia da República de Moçambique (PRM), em Nampula, entende que a onda de criminalidade na mesma área tende a reduzir.

“Todas as semanas temos uma redução na casa dos 50% de índice de criminalidade comparativamente ao ano passado, e isso é graças a algumas medidas implementadas pela polícia, e essas medidas são implementadas através das denúncias por parte da população para que saibamos onde e qual é o bairro que precisa de mais atenção do nível de patrulhamento, e posteriormente  fazer o reconhecimento do local para que saibamos quem são esses que na calada da noite não deixam as pessoas dormirem”, disse Zacarias Nacute, porta-voz da corporação em Nampula, concluindo que “mas para isso tudo acontecer requere a colaboração da população e das lideranças comunitárias, porque nosso nível de patrulhamento ainda é muito fraco para cobrir toda a província de Nampula, daí que o cidadão deve ser, também, um polícia, não para pegar o gatuno, mas para fazer as denúncias e essas denúncias podem ser no anonimato para preservar a vida do cidadão”. (Elisabeth José)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here