Apreendidas mais de 100 quilogramas de droga desconhecida em Nampula

0
182

Nampula (IKWELI) – A Polícia da República de Moçambique (PRM), em Nampula, apreendeu durante a semana passada pouco mais de 100 quilogramas de uma substância desconhecida, mas que se pressupõe tratar-se de droga, no distrito de Murrupula.

Sem nenhum indivíduo detido em conexão com o caso, segundo o porta-voz do comando provincial da Polícia da República de Moçambique em Nampula, Zacarias Nacute, a apreensão resulta de um trabalho de fiscalização desenvolvido pela polícia de protecção e outras forças de segurança que se encontram em diferentes pontos da via pública. No momento da apreensão, segundo o porta-voz, o motorista que conduzia a viatura percebendo-se da presença policial colocou-se em fuga, tendo abandonado o autocarro no local.

“Depois deste trabalho realizado pela polícia, o produto será encaminhado ao Serviço Nacional de Investigação criminal (SERNIC) para se fazer a avaliação e poder apurar exactamente de que produto se trata. Mas pela experiência que tivemos em outras apreensões não difere muito da última quantidade que a polícia apresentou, onde tratava-se de heroína e craque, mas vamos aguardar pelo pronunciamento dos nossos colegas do SERNIC”, disse.

Falando a jornalistas na manhã da última segunda-feira (08), no acto da apresentação da presumível droga, Nacute referiu que a corporação está atenta a circulação de todos os produtos nocivos a saúde da população e todas as acções que contrariam a ordem pública e, como resultado disso, temos estas apreensões. “Tivemos a apreensão de mais de 300 quilogramas de estupefaciente, entre outras feitas em diferentes distritos da província”.

A apreensão do produto que se supõe tratar-se de droga acontece em menos de um mês em que a mais populosa província do país apreendeu, a partir do Aeroporto Internacional de Nampula, mais uma quantidade significativa de droga denominada Miram, envolvendo cidadãos somalis, facto que preocupa às autoridades policiais, entre outras do governo desta região nortenha. (Esmeraldo Boquisse)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here