Japão vai apoiar vítimas de Nyongo e do terrorismo com mais de 4.2 milhões dólares

0
59

Nampula (IKWELI) – O Japão vai disponibilizar pouco mais de 4,2 milhões de dólares norte americanos, para prover assistência diversa aos deslocados da guerra terrorista no norte de Cabo Delgado e as vítimas dos ataques armados protagonizados pela autoproclama Junta Militar da Renamo, nas províncias de Sofala e Manica.

Só na província de Nampula, os donativos poderão abranger pelo menos 63 mil deslocados espalhados em diferentes distritos da província mais habitada do país. O dinheiro, de acordo com o embaixador do Japão em Moçambique, Kimura Hajime, destina-se à aquisição de bens alimentares, vestuários, kits de abrigo, bem como em projectos que visam assegurar a sustentabilidade dos mesmos.

“Queremos ajudar as pessoas, internamente, deslocadas. Os apoios chegarão através de cinco organizações internacionais que nós fornecemos, e será para os deslocados de todo o país [afectados pelos terroristas e Junta Militar da Renamo]”, disse o diplomata nipónico, durante a sua breve visita à província de Nampula iniciada na passada segunda-feira.

Em Nampula, recorde-se, as autoridades governamentais criaram um centro de acomodação, com condições, provavelmente, suficientes para a continuidade da vida, que acolhe mais de mil famílias.

O Ikweli sabe que o plano, a médio prazo, é de expandir o centro para albergar mais de cinco mil famílias, para suprir a demanda, uma vez que a província continua a receber, diariamente, mais deslocados de ataques terroristas dos distritos nortenhos de Cabo Delgado.

Os ataques terroristas nos distritos de Cabo Delgado, iniciados em Outubro de 2017 em Mocímboa da Praia, continuam, sem fim a vista, e a fazer mais deslocados internos que cada dia que passa escalam os distritos vizinhos daquela província e nas circunvizinhas, nomeadamente Nampula, Niassa e Zambézia, esta última localizada no centro do país.

O Presidente da República, Filipe Nyusi, reafirmou, no decurso das celebrações do dia dos heróis moçambicanos, que as Forças de Defesa e Segurança, estacionadas no teatro operacional norte, continuarão a redobrar esforços visando devolver a tranquilidade nas regiões em confronto e pediu para que os jovens aliados aos grupos terroristas a entregarem-se, sem receios, as autoridades, e assegurou que serão bem recebidos e devolvidos às comunidades. (Sitoi Lutxeque)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here