Home ACTUALIDADE Para INAE a requalificação do mercado do Waresta não gerou mudanças

Para INAE a requalificação do mercado do Waresta não gerou mudanças

0
159

Nampula (IKWELI) – A delegação da Inspecção Nacional de Actividades Económicas (INAE), em Nampula, considera que a requalificação do mercado grossista do Waresta, que foi feita pelo conselho Autárquico local, não trouxe impactos positivos no que tange o cumprimento das medidas de prevenção do Coronavírus.

A edilidade chefiada por Paulo Vahanle, nos primeiros meses da pandemia em 2020 ordenou o encerramento do referido mercado para obras de requalificação, por forma a reduzir a aglomeração de pessoas, bem como garantir o distanciamento físico entre vendedores e compradores.

“Os aspecto dos mercados está a nos preocupar como INAE, porque estamos a verificar aglomerados ao nível dos mercados. No mercado do Waresta foi feita, supostamente, uma tal requalificação, mas continuamos a verificar situações de idênticas antes da requalificação. Portanto, não notamos mudanças. Infelizmente, não há distanciamento, não há o uso de máscaras, nem a lavagem das mãos. Ainda há um trabalho a ser feito junto do município”, disse Élio Rareque, delegado da INAE em Nampula.

Em relação ao cumprimento das medidas agravadas na última comunicação do Presidente da República, a INAE em Nampula avalia de forma positiva o cumprimento das mesmas.

“Estamos a conseguir controlar o horário de fecho dos estabelecimentos de venda de bebidas alcoólicas, e estamos a verificar o uso de máscaras dentro do estabelecimento comercial e lavagem das mãos”, disse a fonte, avançado que “já encerramos dois institutos que não estavam a cumprir com aquilo que são as medidas de prevenção, e encerramos, também, um suposto restaurante que tinha alvará, mas descobrimos que lá dentro o que funcionava era venda de bebidas alcoólicas”.  (Elisabeth José)