Violência doméstica termina em morte em Nampula

0
265

Nampula (IKWELI) – Um indivíduo de 54 anos de idade está sendo indiciado, no bairro de Natikiri, no norte de Moçambique, de ter assassinado a sua esposa com recurso a um ferro.

Entrevistado pelo Ikweli, o indiciado, cuja identidade omitimos por presunção de inocência, confirmou que a prática de actos de violência no seu lar era recorrente, desde que se uniram, maritalmente, há três anos.

“Eu vivia com ela sempre, e os nossos problemas começaram no ano passado quando ela começou a dormir com catana na cabeceira e quando perguntei ela diz que era para não sonhar mal e aí comecei a desconfiar que ela queria me matar e passei a prestar mais atenção”, disse o indiciado, avançado que “no dia 4 discutimos a noite toda, de madrugada levou ferro e queria me bater, arranquei o ferro e bate a ela primeiro, foi aí que ela perdeu a vida”.

Ao reconhecer ter colocando um fim a vida da sua própria esposa foi apresentar-se às autoridades policiais mais próximas, e diz estar arrependido, “apesar dos problemas que tínhamos eu amava a minha mulher e quando hoje ela já não está mais aqui o meu coração enche de tristeza”.

Zacarias Nacute. porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Nampula, disse que durante a semana passada foram dois casos de homicídio voluntário, e apela as famílias a estarem mais vigilantes para que possam evitar casos do género.

“Temos dois indivíduos que estão sob custódia policial indiciados de homicídio voluntário, os dois agrediram fisicamente as esposas até a morte. Após a tomada de conhecimento dos casos, a polícia desencadeou uma investigação e acabou neutralizando os mesmos para que possa responder os actos cometidos”, concluiu Nacute. (Elisabeth José)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here